Artigos

Dia Nacional de Combate a Hipertensão Arterial

DIA nacional de combate a hipertensão arterial.png

 

Hipertensão, a famosa pressão alta, é ter a pressão arterial,igual ou maior que 14 por 9.

A pressão se eleva por vários motivos, mas principalmente porque os vasos nos quais o sangue circula se contraem. O coração e os vasos podem ser comparados a uma torneira aberta ligada a vários esguichos. Se fecharmos a ponta dos esguichos a pressão lá dentro aumenta. O mesmo ocorre quando o coração bombeia o sangue. Se os vasos são estreitados a pressão sobe.

 

Quais são as conseqüências da pressão alta?

A pressão alta ataca os vasos, coração, rins e cérebro. Os vasos são recobertos internamente por uma camada muito fina e delicada, que é machucada quando o sangue está circulando com pressão elevada. Com isso, os vasos se tornam endurecidos e estreitados podendo, com o passar dos anos, entupir ou romper. Quando o entupimento de um vaso acontece no coração, causa a angina que pode ocasionar um infarto. No cérebro, o entupimento ou rompimento de um vaso, leva ao “derrame cerebral” ou AVC. Nos rins podem ocorrer alterações na filtração até a paralisação dos órgãos. Todas essas situações são muito graves e podem ser evitadas com o tratamento adequado, bem conduzido por médicos.

 

Quem tem pressão alta?

A Hipertensão é muito comum, acomete uma em cada quatro pessoas adultas. Assim, estima-se que atinga em torno de, no mínimo, 25 % da população brasileira adulta, chegando a mais de 50% após os 60 anos e está presente em 5% das crianças e adolescentes no Brasil. É responsável por 40% dos infartos, 80% dos derrames e 25% dos casos de insuficiência renal terminal. As graves conseqüências da pressão alta podem ser evitadas, desde que os hipertensos conheçam sua condição e mantenham-se em tratamento com adequado controle da pressão.

 

10 Mandamentos contra a pressão alta

  • Meça a pressão pelo menos uma vez por ano.
  • Pratique atividades físicas todos os dias.
  • Mantenha o peso ideal, evite a obesidade.
  • Adote alimentação saudável: pouco sal, sem frituras e mais frutas, verduras e legumes.
  • Reduza o consumo de álcool. Se possível, não beba.
  • Abandone o cigarro.
  • Nunca pare o tratamento, é para a vida toda.
  • Siga as orientações do seu médico ou profissional da saúde.
  • Evite o estresse. Tenha tempo para a família, os amigos e o lazer.
  • Ame e seja amado.

Recomendações Nutricionais para o controle da Hipertensão Arterial:

  1. Escolher alimentos com baixa quantidade de gordura saturada, tais como carnes magras, aves e peixes
  2. Comer frutas e hortaliças – cerca de 8 a 10 porções por dia (1 porção=1 concha média)
  3. Incluir 2 a 3 porções de laticínios magros por dia
  4. Comer castanhas, grãos e sementes – 4 a 5 porções semanalmente (1 porção=2 colheres de sopa ou ½ xícara de feijões);
  5. Utilizar, preferencialmente, azeite, óleo de soja ou canola;
  6. Diminuir o consumo de doces, bebidas adocicadas e sal;

 

Fonte: Sociedade Brasileira de Hipertensão Arterial: http://www.sbh.org.br/geral/oque-e-hipertensao.asp

Quer se alimentar melhor de um jeito fácil e rápido?

amanha-amanha-vou-lancar-no-blog-um-e-book-5-receitas-e-dicas-para-quem-quer-melhorar-a-alimentacao-1

Muitas pessoas querem mudar a alimentação mas não sabem por onde começar. Então eu fiz um E-book com 5 dicas e receitas para quem quer começar a ter uma alimentação saudável.

Importante dizer que se você tem alguma doença que precisa de acompanhamento, procure um Nutricionista mais perto de você.

Baixe aqui o meu E-book: e-book-com-dicas-e-receitas-de-nutricionista-maite-ranheiri

 

food-salad-healthy-vegetables

Como comer saudável fora de casa?

Dicas para comer saudável fora de casa.png

Comer em restaurante, sair com os amigos é importante para o convívio social. Usar estratégias inteligentes para se alimentar e se divertir ao mesmo tempo.

Planeje: Se você combinou de jantar fora com seus amigos, faça refeições leves durante o dia. Combine um restaurante que você conhece e sabe que não servem alimentos muito gordurosos.

Encomenda: Se você estiver na casa de um amigo e a escolha for pizza, peça a opção mais saudável que você achar no menu. Exemplos: portuguesa, margherita, vegetariana, tomate seco com rúcula, atum, palmito. Já as doces, você pode escolher banana ou califórnia.

Controle as porções: Alguns restaurantes servem porções maiores que podem ser suficiente para duas pessoas comerem. Peça a porção reduzida caso você vá comer uma porção sozinho.  Ou, para um aperitivo no lugar de um prato principal e adicionar uma pequena sopa ou salada.

Coma com atenção: Coma devagar, observe o que está comendo, sinta o sabor, mastigue bem os alimentos, leva cerca de 20 minutos para o seu cérebro para passar a mensagem de seu estômago que você já não está com fome.

Bebida: Se você for ao bar com os amigos, e estiverem bebendo álcool. Acompanhe, afinal, o convívio social também envolve bebida. Mas beba com moderação e seja consciente!

Se você está mudando sua alimentação, não quer dizer que você precisa se isolar socialmente. Aproveitar os momentos de lazer é importante para todos nós.Confie em você, faça seu planejamento, coma com consciência e atenção ao que se está fazendo. Desfrute da refeição, sinta o sabor e coma os alimentos que você gosta mas com moderação.

Diferença de Diet e Light, você sabe?

diet-1

Muitas pessoas tem a dúvida da diferença dos alimentos Diet e dos Alimentos Light. Hoje eu explico um pouco mais a diferença deles.

Atenção! Estes alimentos não necessariamente são bons!
Neste alimentos, quando há redução/ausência de um nutriente outro nutriente pode ser substituído. Por exemplo, quando a gordura do produto é reduzida pode haver aumento no conteúdo de açúcar ou vice-versa.

Por isso leia atentamente os rótulos destes alimentos.
Ou então prefira os alimentos que não tem conservantes, corantes, nem excesso de açúcar e gordura, principalmente as trans.
Fique ligado no rótulo dos produtos que você consome.

ALIMENTOS DIET: É a retirada total de algum nutriente, são os alimentos formulados para grupos da população que apresentam condições fisiológicas específicas, ou seja, algum doença, por exemplo, geleia para dietas com restrição de açúcar. São feitas modificações no conteúdo de nutrientes, adequando-os a dietas de indivíduos que pertençam a esses grupos da população.

ALIMENTOS LIGHT: São aqueles que apresentam a quantidade de algum nutriente ou valor energético reduzido quando comparado a um alimento convencional. Devem ser reduzido pelo menos 25% de algum nutriente ou calorias para ser considerado light. São definidos os teores de cada nutriente e ou valor energético para que o alimento seja considerado light. Por exemplo, iogurte com redução de 30% de gordura é considerado light. Ou seja, se o alimento convencional for extremamente calórico e existir uma versão light, essa nova versão ainda pode ser bastante calórica.

Tanto alimentos diet quanto light não têm necessariamente o conteúdo de açúcares ou energia reduzido. Podem ser alteradas as quantidades de gorduras, proteínas, sódio, entre outros; por isso a importância da leitura dos rótulos.

 

 

Nutri, O que comer no pré treino?

jogging_woman_in_grass

Esta é uma pergunta que eu recebo em quase todas as consultas quando o cliente faz atividade física. Talvez seja uma das maiores dúvidas de todos. Uma alimentação saudável e voltada para os seus objetivos é essencial para quem quer conquistar um estilo de vida saudável e aumentar massa muscular ou emagrecer.

Treinar é tão importante quanto regular a alimentação, mas não adianta você ir na academia e apenas tirar foto no espelho! Para obter um resultado bom, perder percentual de gordura e aumentar massa muscular, emagrecer você precisa treinar correto. O treino deve ser acompanhado por um profissional de Educação Física, Personal ou o Professor da Academia, e o treino tem que render!

Mas a “dieta”/reeducação alimentar/hábitos saudáveis, fazem parte de 70% do resultado.

pre-treino

Quais alimentos são bons para o PRÉ-TREINO?

O pré-treino deve ser constituído de carboidrato de baixo índice glicemico, pobre em fibras. Esta refeição deve dar energia para realizar os exercícios.

O ideal é comer com um mínimo de 30 minutos antes de treinar. O corpo precisa iniciar o processo de digestão antes de começar o treino. A quantidade ingerida deve ser moderada e pensada nos objetivos do treino. Treinar em jejum é ruim porque pode acontecer de ter hipoglicemia ou, no mínimo, treinar sem energia o que não é legal.

Aqui em baixo temos algumas opções legais e fáceis para esta refeição:

Panqueca de aveia

1 ovo + 3 colheres de sopa de farinha de aveia recheio de bananas cortada.

Maçã com quinoa – 30 min

1 maçã picada + 1 colher de chá de canela em pó + 1 colher de sopa de quinoa

Banana com cacau 30 minutos

1 banana + 1 colher de chá de cacau em pó + 1 colher de chá de óleo de coco extravirgem orgânico

Açaí com banana

200 ml de água + 50 g de polpa de açaí natural + 1 banana picada + 4 morangos

Smoothie pré-treino

Açaí, Água de coco, Frutas vermelhas congeladas, Banana.

Shake de morango

2 a 3 colheres de aveia em flocos + leite de sua preferência + 3 a 4 morangos + 2 colheres de sementes de girassol;

Suco Energético 

1 polpa de amora + 1 maçã + 2 beterrabas médias + 200ml de suco de uva integral + 100ml de água ou água coco.

water-in-the-desert

Lembre de se HIDRATAR. Água é super importante antes, durante e depois do treino!

Como fazer meu filho comer melhor?

Seu filho só come salgadinho e bolachas recheadas? Aqui estão algumas dicas para melhorar a alimentação deles.

Importante ressaltar que quem faz a alimentação do seu filho, desde o nascimento, são vocês: mamães e papais. Ninguém além de vocês têm o direito de escolher os alimentos das suas crianças.

Dica 1: Troque a famosa batata frita por batatas rústicas.

Corte a batata inglesa mesmo em 4 partes ou em palitos como a batata frita normal e sirva assada.

 

 

Dica 2: Evite dar suco de caixinhas para crianças, prefira sempre os sucos naturais.

Os sucos de caixinha normalmente apresentam em suco composição ingredientes artificiais como corantes e conservantes. Os sucos naturais, além de estar fresquinho, possui vitaminas e minerais essenciais para o crescimento do seu filho.

Dica 3: Prepare os lanches junto com seu filho

Faça um cardápio da semana junto com ele e escolham receitas saudáveis e diferentes. Assim você se aproxima deles e cozinham juntos.

Dica 4: Troque o pão de forma normal pelo pão integral ou pão caseiro

Peça ajuda para seu filho para preparar os lanches e conte para ele qual o benefício dos alimentos integrais. Estes possuem baixo índice glicêmico, dão mais energia durante o dia e são ricos em vitaminas e minerais.

 

 

 

 

 

Aproveite seu filho e dê uma alimentação adequada para ele. Você estará se dedicando mais às crianças. Brinque, jogue, alimente bem. A Nutrição na infância é essencial para o desenvolvimento pessoal e profissional do adulto

Salada de Atum, Espinafre e Noz Pecan

healthy-af_s3e85_autumn-spinach-pecan-salad_landscapethumbnail_en

Salada de Atum, Espinafre e Noz Pecan

Ingredientes

3 colheres de sopa de azeite

2 colheres de sopa de vinagre de maçã

1 colher de sopa de mostarda Dijon

1 colher de sopa de mel cru

1/2 colher de chá de sal marinho

1/4 colher de chá de Pimenta preta da terra

1 unidade de maçã em fatias finas

1/2 cebola roxa pequena, cortada em fatias finas

2-3 xícaras de espinafre fresco

1/2 xícara de nozes cruas

 

Modo de preparo

Aqueça uma panela em fogo médio-alto até ficar bem quente. Adicione os pecans, e começar a jogar com freqüência para evitar a queima. Uma vez que eles começam a olhar mais escura e cheiro torrado, retire do fogo e deixe esfriar.

Em uma tigela pequena, misture o óleo, vinagre, Dijon, açúcar, mel, sal do mar verde-oliva e pimenta até emulsionado.

Adicione todos os ingredientes, menos o molho para uma tigela grande e misture com curativo até revestido uniformemente.

 

 

Comer com atenção plena, você sabe oque é?

Sabe o que significa “Mindfull Eating”?

Na tradução “Comer consciente”, é um conceito que  tem a ideia de estar presente e dedicar sua total atenção ao que está acontecendo no momento, ajudando a libertar hábitos, incluir a percepção das cores, cheiros, sabores e texturas do alimento, mastigar lentamente, evitar distrações como a televisão ou livros fazem parte desse conceito. Tal prática pode ajudar a reduzir excessos, aprender como ignorar a vontade de comer sem estar com fome e controlar a compulsão alimentar

Que tal colocarmos em prática o “Mindfull Eating”?

  1. Desafio você a comer uma uva passa, ficar ao menos 30 segundos com ela na boca, mesmo se não gostar. Sinta o cheiro, perceba a cor, textura, sabor, pode parecer bobo, mas é um experiência muito valiosa. Vamos rever a forma que enxergamos o alimentos e o ato de comer!
  2. Convide um amigo para lhe acompanhar em alguma refeição. Vá em um lugar que vocês gostem, aproveitem para comer com calma, botando o papo em dia.
  3. Você pode começar a usar pratos menores que os normais que você usa normalmente, a satisfação ao terminar de comer é maior. Estudos mostram que um prato pequeno “cheio” de comida satisfaz mais do que um prato grande com uma porção pequena, mesmo que a quantidade do prato menor seja inferior à do prato maior.
  4. Comer com hashi pode ajudar você a comer com mais atenção. O uso do hashi para pratos não-japoneses: arroz soltinho, salada, etc. ajuda a dar atenção ao que se está fazendo e perceber é um convite.

 

Novidade!

Eu procuro sempre evoluir e acrescentar de algum modo aos meus clientes.. Então a novidade de hoje é este site onde você terá acesso a todas as informações necessárias para entrar em contato comigo e conhecer meu trabalho.

Semanalmente estarei compartilhando com vocês diferentes ideias e maneiras para tornar mais fácil o processo da mudança de seu estilo de vida.

Cadastre seu e-mail para me seguir e receber novidade semanalmente.