Um pouco da minha história

Nasci e morei no interior até meus  17 anos, uma infância e adolescência cheia de dúvidas, indecisões e ansiedades.. Mas uma coisa eu sempre tive certeza: queria me tornar Nutricionista. Lembro-me que desde a 6 ou 7º série eu queria fazer nutrição. O porque? Eu não sabia, muito depois fui descobrir o motivo, já já conto para vocês.

Em 2011, prestei vestibular na PUCRS, passei? Sim, mas minha família não tinha condições de pagar a faculdade para mim mas fiz o enem, tentei entrar na UFPEL em Pelotas mas não rolou e na finaleira de Março de 2012 consegui PROUNI na PUCRS. Era lá que eu ia me tornar Nutricionista, na verdade eu tinha um pressentimento que lá onde eu iria estudar.

Muita coisa aconteceu nos 4 anos de faculdade, pra começar por um motivo pessoal eu comecei tratamento com psicóloga, pois tinha alguns sintomas mas não sabia o que era, era a tal da ansiedade. Em 2016 eu me formei e resolvi que queria trabalhar em consultório atendendo meus pacientes na nutrição comportamental. Três anos se passaram eu batalhei, tive experiências ruins e boas mas no fim eu sempre aprendi com meus erros e acertos! Ao longo disso percebendo nos meus pacientes que o maior problema era o que eu também tenho:  ansiedade.

Conheci e me aproximei de pessoas incríveis que me mostraram o caminho: os estudos. Agora, em 2019 descobri realmente minha missão:

Buscar na alimentação e no estilo de vida um tratamento ou auxilio para controlar a ansiedade, tanto minha como dos meus pacientes.

Será que vai dar certo? Agora eu acredito que da certo!

Transtorno da Compulsão Alimentar, O que é?

Aconselhamento nutricional familiar (8)

Ultimamente tenho recebido mensagens de clientes procurando por consulta e referindo ter “compulsão alimentar”.

Por isso, decidi explicar o que realmente é o Transtorno da Compulsão Alimentar Periódica (TCAP):
São episódios recorrentes de compulsão alimentar com ingestão de uma quantidade de comida maior que a maior parte das pessoas comeriam em um período similar de tempo. Existe perda de controle sobre a ingestão durante o episódio (sentir que não consegue parar de comer ou controlar o que está comendo).
Se você se percebe em pelo menos três, dessas características:
– comer mais rápido que o habitual;
– comer até sentir-se cheio (estufamento);
– comer grandes quantidades de comida mesmo sem estar com fome;
– comer sozinho por se sentir envergonhado pela quantidade ingerida;

– sente-se constrangido em virtude da quantidade de alimento que ingerem e acaba comendo escondido ou o mais discretamente possível.
– ter repulsa de si próprio, sentir-se deprimido ou muito CULPADO após a compulsão;
– sentimento de angústia subjetiva, incluindo vergonha, nojo e/ou culpa.

IMPORTANTE: Quando falamos de compulsão estamos falando da repetição de no mínimo, dois episódios por semana em um período de 6 meses.
Me identifiquei e agora, Nutri?
Procure um profissional CAPACITADO: psiquiatra ou psicólogo!
Para um tratamento adequado é preciso de um acompanhamento MULTIdisciplinar com Psicólogo, Psiquiatra e Nutricionista que trabalhe com transtornos alimentares (Nutricionista Comportamental).

DICA:
– Evite as dietas restritivas, pois quanto mais você pensa que não pode comer, mais você vai querer comer!

 

Fibras, quais os benefícios?

FIBRAS

Estudos mostram que o consumo de fibras entre a população adulta se mostra insuficiente quando 8-10 comparado às recomendações, sendo que existem vários fatores que podem influenciar o acesso e o consumo como renda, localização, grau de escolaridade, disponibilidade de estabelecimentos que comercializam alimentos, dentre outros .

Fibras são polímeros de carboidratos de origem vegetal, resistente à digestão e absorção no intestino delgado. Ou seja, após ingeridas, as fibras chegam intactas ao nosso intestino grosso, local em que sofrem fermentação, proporcionando assim diversos benefícios. Estas são divididas em solúveis e insolúveis. São fibras solúveis as pectinas, as gomas, a inulina e algumas hemiceluloses. A fibras insolúveis estão a celulose, as hemiceluloses e a lignina.

As fibras são um dos alimentos mais importantes pois ajudam em diversas

-> Promoção do bom funcionamento intestinal; O aumento no consumo de fibra alimentar é comumente utilizado na prevenção e no tratamento da constipação. O farelo de trigo, os cereais integrais e suplementos de fibras são amplamente utilizados pelos consumidores, o que sinaliza um conhecimento comum dos efeitos benéficos das fibras

-> Prevenção de doenças cardiovasculares, como, diabetes mellitus tipo 2, obesidade, dislipidemias:

  1. Um maior consumo de fibras na dieta foi associado com menores prevalências de DAC, AVC e doença vascular periférica. Os fatores de risco ligados a DCV, como hipertensão, diabetes, obesidade e dislipidemia, são também menos frequentes em indivíduos com maior consumo de fibras.
  2. Estudos observacionais sugerem uma relação inversa entre a ingestão de fibras e níveis de pressão arterial. Alguns ensaios clínicos randomizados identificaram uma redução nos níveis de pressão arterial decorrente da ingestão de fibras na dieta
  3. As fibras ocupam o lugar das calorias e nutrientes da dieta; Aumentam a mastigação, o que limita a ingestão por meio da promoção e secreção de saliva e suco gástrico, resultando na expansão do estômago e do aumento da saciedade; e as fibras reduzem a eficiência da absorção de outros alimentos no intestino delgado.

Entendi Nutri, mas qual a recomendação de fibras para mim?

A recomendação sempre é individual mas a ADA recomenda diariamente 25g e para mulheres e 38g para homens.

Amanhã tem post sobre diferenciação de fibras: solúveis e insolúveis. Fique ligado!

 

Doces, Nutri posso comer?

DOCES (1)

 

Nutri, posso comer doce?  PODE SIM! Mas com moderação! Sem terrorismo nutricional ok?

Qual seu doce preferido? Responda nos comentários!

Uma dica boa é sempre escolhemos as melhores opções. E quais seriam?
1 – Prestar atenção nos rótulos: os doces que tiverem menos ingredientes, você pode comer moderadamente! Ex: mariola de banana, goiabada, cacau 70% e a minha queridinha: Paçoca! Eu amo! A maioria dos meus pacientes comem quando tem aqueeeela vontadezona!!
2 – Comer aquele doce que você mais gosta, escolha um. Qual seu doce preferido?
3 – Prestar atenção se essa vontade de comer doce está conectada a alguma emoção: tristeza, raiva, felicidade.. É importante sabermos onde vamos descontar essa emoção. Nesse momento, tente comer o mínimo possível, não vai comer a barra inteira de chocolate ta?
#doces #semterrorismonutricional#nutrimaitêranheiri #nutrimaite #intercllin#clinicasanté

Veganismo, por onde começar?

Nutri, quero virar vegetariano como posso começar? O que um vegetariano come?

vegetariano (1).jpg

O vegetarianismo costuma ser classificado da seguinte forma:

  • Ovolactovegetariano: utiliza ovos, leite e laticínios na sua alimentação.
  • Lactovegetariano: utiliza leite e laticínios na sua alimentação.
  • Ovovegetariano: utiliza ovos na sua alimentação.
  • Vegetarianismo estrito OU vegano: exclui qualquer produto de origem animal de sua dieta e de seu estilo de vida. Como: carnes, leite e derivados,ovos, mel, chicletes, roupas de couro, lã, seda e peles, zoológicos, cosméticos.

A dieta vegetariana é a base para uma alimentação saudável, onde consomem os alimentos como hortaliças e as frutas, que apresentam uma grande quantidade de antioxidantes, os cereais, os tubérculos, as oleaginosas, as sementes, os vegetais e legumes.

Nessa foto abaixo, temos uma ilustração de como deve ser o prato ideal do vegetariano:

Food_Pyramid_Vegetarian_Food_Guide-2

Mas onde está a proteína desse prato?

Nas leguminosas, oleaginosas, sementes e grãos! Sim!! Todos estes alimentos contém uma quantidade suficiente para você, vegetariano!

E o cálcio, Nutri?

O cálcio está presente nos vegetais, sementes e algumas oleaginosas. Mas temos que cuidar as combinações de alimentos, para melhorar a biodisponibilidade deste.

Ferro

Devemos prestar atenção também na presença de fitatos que inibem a absorção do ferro não-heme e a vitamina C e outros ácidos orgânicos que potencializam essa absorção.

Ômega-3:

Alguns alimentos ricos nesse nutriente maravilhoso:

  • Linhaça: uma colher de sopa (15 ml) de sementes moídas contém 1,9 a 2,2g .
  • Óleo de linhaça: uma colher de chá (5 ml) contém 2,7g.
  • Nozes: 28g possuem por volta de 2,5g.
  • Semente de chia: uma colher de sopa possui por volta 2,4g.
  • Hortaliças também tem uma quantidade significante, mas sempre aliando aos outros alimentos.

Dica 1:  Troque o leite de vaca, aqueles de caixinha, que pra mim parece mais uma água branca que leite porque ele dura muito tempo fora da geladeira, não devia ser assim, né?! Troque por leites vegetais como: leite de coco, amêndoas ou qualquer oleaginosas. 

Dica 2: Coma arroz e feijão, juntos, quantas vezes na semana você puder. Esses dois alimentos se completam e são ricos em aminoácidos!

Dica 3: Planeje eliminar um tipo de alimento de origem animal por semana. 

Dica 4: Procure um profissional de saúde para te ajudar e orientar. Ele precisa pedir exames para verificar se sua saúde está bem, e se precisa suplementar algum nutriente, e preste atenção na Vitamina B12.

Importante: procure um profissional capacitado para tal, que já orienta vegetarianos e que tenha conhecimento sobre!

Quer saber mais? Comente aqui!

vegetarianismo.jpg

#GOVEGAN #alimentaçãovegetariana #vegetariano #veggie

 

 

 

 

Dia Nacional de Combate a Hipertensão Arterial

DIA nacional de combate a hipertensão arterial.png

 

Hipertensão, a famosa pressão alta, é ter a pressão arterial,igual ou maior que 14 por 9.

A pressão se eleva por vários motivos, mas principalmente porque os vasos nos quais o sangue circula se contraem. O coração e os vasos podem ser comparados a uma torneira aberta ligada a vários esguichos. Se fecharmos a ponta dos esguichos a pressão lá dentro aumenta. O mesmo ocorre quando o coração bombeia o sangue. Se os vasos são estreitados a pressão sobe.

 

Quais são as conseqüências da pressão alta?

A pressão alta ataca os vasos, coração, rins e cérebro. Os vasos são recobertos internamente por uma camada muito fina e delicada, que é machucada quando o sangue está circulando com pressão elevada. Com isso, os vasos se tornam endurecidos e estreitados podendo, com o passar dos anos, entupir ou romper. Quando o entupimento de um vaso acontece no coração, causa a angina que pode ocasionar um infarto. No cérebro, o entupimento ou rompimento de um vaso, leva ao “derrame cerebral” ou AVC. Nos rins podem ocorrer alterações na filtração até a paralisação dos órgãos. Todas essas situações são muito graves e podem ser evitadas com o tratamento adequado, bem conduzido por médicos.

 

Quem tem pressão alta?

A Hipertensão é muito comum, acomete uma em cada quatro pessoas adultas. Assim, estima-se que atinga em torno de, no mínimo, 25 % da população brasileira adulta, chegando a mais de 50% após os 60 anos e está presente em 5% das crianças e adolescentes no Brasil. É responsável por 40% dos infartos, 80% dos derrames e 25% dos casos de insuficiência renal terminal. As graves conseqüências da pressão alta podem ser evitadas, desde que os hipertensos conheçam sua condição e mantenham-se em tratamento com adequado controle da pressão.

 

10 Mandamentos contra a pressão alta

  • Meça a pressão pelo menos uma vez por ano.
  • Pratique atividades físicas todos os dias.
  • Mantenha o peso ideal, evite a obesidade.
  • Adote alimentação saudável: pouco sal, sem frituras e mais frutas, verduras e legumes.
  • Reduza o consumo de álcool. Se possível, não beba.
  • Abandone o cigarro.
  • Nunca pare o tratamento, é para a vida toda.
  • Siga as orientações do seu médico ou profissional da saúde.
  • Evite o estresse. Tenha tempo para a família, os amigos e o lazer.
  • Ame e seja amado.

Recomendações Nutricionais para o controle da Hipertensão Arterial:

  1. Escolher alimentos com baixa quantidade de gordura saturada, tais como carnes magras, aves e peixes
  2. Comer frutas e hortaliças – cerca de 8 a 10 porções por dia (1 porção=1 concha média)
  3. Incluir 2 a 3 porções de laticínios magros por dia
  4. Comer castanhas, grãos e sementes – 4 a 5 porções semanalmente (1 porção=2 colheres de sopa ou ½ xícara de feijões);
  5. Utilizar, preferencialmente, azeite, óleo de soja ou canola;
  6. Diminuir o consumo de doces, bebidas adocicadas e sal;

 

Fonte: Sociedade Brasileira de Hipertensão Arterial: http://www.sbh.org.br/geral/oque-e-hipertensao.asp

Quer se alimentar melhor de um jeito fácil e rápido?

amanha-amanha-vou-lancar-no-blog-um-e-book-5-receitas-e-dicas-para-quem-quer-melhorar-a-alimentacao-1

Muitas pessoas querem mudar a alimentação mas não sabem por onde começar. Então eu fiz um E-book com 5 dicas e receitas para quem quer começar a ter uma alimentação saudável.

Importante dizer que se você tem alguma doença que precisa de acompanhamento, procure um Nutricionista mais perto de você.

Baixe aqui o meu E-book: e-book-com-dicas-e-receitas-de-nutricionista-maite-ranheiri

 

food-salad-healthy-vegetables

Como comer saudável fora de casa?

Dicas para comer saudável fora de casa.png

Comer em restaurante, sair com os amigos é importante para o convívio social. Usar estratégias inteligentes para se alimentar e se divertir ao mesmo tempo.

Planeje: Se você combinou de jantar fora com seus amigos, faça refeições leves durante o dia. Combine um restaurante que você conhece e sabe que não servem alimentos muito gordurosos.

Encomenda: Se você estiver na casa de um amigo e a escolha for pizza, peça a opção mais saudável que você achar no menu. Exemplos: portuguesa, margherita, vegetariana, tomate seco com rúcula, atum, palmito. Já as doces, você pode escolher banana ou califórnia.

Controle as porções: Alguns restaurantes servem porções maiores que podem ser suficiente para duas pessoas comerem. Peça a porção reduzida caso você vá comer uma porção sozinho.  Ou, para um aperitivo no lugar de um prato principal e adicionar uma pequena sopa ou salada.

Coma com atenção: Coma devagar, observe o que está comendo, sinta o sabor, mastigue bem os alimentos, leva cerca de 20 minutos para o seu cérebro para passar a mensagem de seu estômago que você já não está com fome.

Bebida: Se você for ao bar com os amigos, e estiverem bebendo álcool. Acompanhe, afinal, o convívio social também envolve bebida. Mas beba com moderação e seja consciente!

Se você está mudando sua alimentação, não quer dizer que você precisa se isolar socialmente. Aproveitar os momentos de lazer é importante para todos nós.Confie em você, faça seu planejamento, coma com consciência e atenção ao que se está fazendo. Desfrute da refeição, sinta o sabor e coma os alimentos que você gosta mas com moderação.

Diferença de Diet e Light, você sabe?

diet-1

Muitas pessoas tem a dúvida da diferença dos alimentos Diet e dos Alimentos Light. Hoje eu explico um pouco mais a diferença deles.

Atenção! Estes alimentos não necessariamente são bons!
Neste alimentos, quando há redução/ausência de um nutriente outro nutriente pode ser substituído. Por exemplo, quando a gordura do produto é reduzida pode haver aumento no conteúdo de açúcar ou vice-versa.

Por isso leia atentamente os rótulos destes alimentos.
Ou então prefira os alimentos que não tem conservantes, corantes, nem excesso de açúcar e gordura, principalmente as trans.
Fique ligado no rótulo dos produtos que você consome.

ALIMENTOS DIET: É a retirada total de algum nutriente, são os alimentos formulados para grupos da população que apresentam condições fisiológicas específicas, ou seja, algum doença, por exemplo, geleia para dietas com restrição de açúcar. São feitas modificações no conteúdo de nutrientes, adequando-os a dietas de indivíduos que pertençam a esses grupos da população.

ALIMENTOS LIGHT: São aqueles que apresentam a quantidade de algum nutriente ou valor energético reduzido quando comparado a um alimento convencional. Devem ser reduzido pelo menos 25% de algum nutriente ou calorias para ser considerado light. São definidos os teores de cada nutriente e ou valor energético para que o alimento seja considerado light. Por exemplo, iogurte com redução de 30% de gordura é considerado light. Ou seja, se o alimento convencional for extremamente calórico e existir uma versão light, essa nova versão ainda pode ser bastante calórica.

Tanto alimentos diet quanto light não têm necessariamente o conteúdo de açúcares ou energia reduzido. Podem ser alteradas as quantidades de gorduras, proteínas, sódio, entre outros; por isso a importância da leitura dos rótulos.

 

 

Nutri, O que comer no pré treino?

jogging_woman_in_grass

Esta é uma pergunta que eu recebo em quase todas as consultas quando o cliente faz atividade física. Talvez seja uma das maiores dúvidas de todos. Uma alimentação saudável e voltada para os seus objetivos é essencial para quem quer conquistar um estilo de vida saudável e aumentar massa muscular ou emagrecer.

Treinar é tão importante quanto regular a alimentação, mas não adianta você ir na academia e apenas tirar foto no espelho! Para obter um resultado bom, perder percentual de gordura e aumentar massa muscular, emagrecer você precisa treinar correto. O treino deve ser acompanhado por um profissional de Educação Física, Personal ou o Professor da Academia, e o treino tem que render!

Mas a “dieta”/reeducação alimentar/hábitos saudáveis, fazem parte de 70% do resultado.

pre-treino

Quais alimentos são bons para o PRÉ-TREINO?

O pré-treino deve ser constituído de carboidrato de baixo índice glicemico, pobre em fibras. Esta refeição deve dar energia para realizar os exercícios.

O ideal é comer com um mínimo de 30 minutos antes de treinar. O corpo precisa iniciar o processo de digestão antes de começar o treino. A quantidade ingerida deve ser moderada e pensada nos objetivos do treino. Treinar em jejum é ruim porque pode acontecer de ter hipoglicemia ou, no mínimo, treinar sem energia o que não é legal.

Aqui em baixo temos algumas opções legais e fáceis para esta refeição:

Panqueca de aveia

1 ovo + 3 colheres de sopa de farinha de aveia recheio de bananas cortada.

Maçã com quinoa – 30 min

1 maçã picada + 1 colher de chá de canela em pó + 1 colher de sopa de quinoa

Banana com cacau 30 minutos

1 banana + 1 colher de chá de cacau em pó + 1 colher de chá de óleo de coco extravirgem orgânico

Açaí com banana

200 ml de água + 50 g de polpa de açaí natural + 1 banana picada + 4 morangos

Smoothie pré-treino

Açaí, Água de coco, Frutas vermelhas congeladas, Banana.

Shake de morango

2 a 3 colheres de aveia em flocos + leite de sua preferência + 3 a 4 morangos + 2 colheres de sementes de girassol;

Suco Energético 

1 polpa de amora + 1 maçã + 2 beterrabas médias + 200ml de suco de uva integral + 100ml de água ou água coco.

water-in-the-desert

Lembre de se HIDRATAR. Água é super importante antes, durante e depois do treino!